Como tirar o esmalte rápido

11 de nov. de 2020

Conheça Kelly Barros - Minha primeira vez


Por Sandra Camillo

KELLY BARROS, 25 ANOS 

PEDAGOGA 

NATURAL DE GUARULHOS - SP 

 


Quando foi sua viagem?

Em Julho de 2017 viajei sozinha pela primeira vez, fui para o Rio Grande do Sul, Gramado e Canela, conheci a rua coberta, o museu dos beatles, o museu da moda, alguns restaurantes, incluindo uma pizzaria temática de piratas, chamada ''cara de mau'', e um restaurante de vinhos e fondue, fiz os passeios através do bus tur, conheci alguns pontos turisticos famosos das cidades, como: museu do festival de cinema, casa e museu do chá, cascata do caracol - onde fiz o passeio de bondinho que tem uma vista maravilhosa para a queda da cachoeira e muito verde em volta, a fonte do amor eterno... Vale ressaltar que as ruas de Gramado lembram muito um outro país, e o clima de inverno também colabora para essa sensação, a estrutura das construções foram mesmo inspiradas na Alemanha, e as ruas são repletas de turistas, tive mais contato com moradores em Canela do que em Gramado, onde fiquei hospedada.



O que achou das pessoas locais?

Sobre as pessoas locais em Canela foram muito receptivas e acolhedoras, em Gramado não tive muito contato, pois haviam mais turistas.          


Por que decidiu esse destino?                                                                                                         Inicialmente eu realizaria a viagem com um grupo de amigos, que desistiram de última hora, como eu já havia planejado a viagem com alguns meses de antecedência, uns seis meses mais ou menos, ou mais, escolhi este destino porque tinha curiosidade em conhecer. Em Janeiro de 2020 realizei minha segunda viagem sozinha, para Floripa.



Qual foi sua maior dificuldade?

Minha maior dificuldade viajando sozinha foi a insegurança e ansiedade, principalmente no aeroporto antes de entrar no avião e o medo por ser mulher e entrar no táxi com um motorista homem e em um lugar completamente desconhecido. Em contrapartida, me senti muito bem, livre, autônoma e independente, o que me trouxe uma maior segurança em mim mesma e desfrutei de cada segundo da minha solitude, da minha própria companhia e da liberdade de escolha dos locais a serem visitados e do tempo em cada um deles, foi como um retiro espiritual de autoconhecimento.



Que outro destino,  você sonha em conhecer?

Difícil responder essa pergunta, rs, eu quero conhecer muitos destinos, este mundão ainda ficará pequeno para mim, rsrs, já realizei algumas outras viagens, mas com amigos, família, namorado, tive a oportunidade de conhecer o Deserto do Atacama, no Chile e fiquei encantada, fiz escala em Córdoba na Argentina, onde pude visitar o museu do Che Guevara em Alta Gracia, quero muito conhecer a Grécia, Peru, Páris, Itália, Alemanha, assistir a Aurora Boreal, entre outros, e aqui no Brasil também tive a oportunidade de conhecer alguns lugares, como Minas, Floripa, Bahia, Gramado, entre outros e pretendo conhecer mais alguns.




O que diria para uma pessoa que está pensando em viajar sozinha?

O que eu diria para alguém que está pensando em viajar sozinha é: se joga! mas atente-se a todos os cuidados, principalmente se você for mulher, mas não se limite, não permita que seus medos limitem você, se permita, desfrute de sua solitude e sua própria companhia, aproveite cada segundo e seja feliz!




O que não pode faltar na mala?

O que não pode faltar na minha mala é perfume, maquiagem, livros, e algumas combinações de peças de roupa coringas de acordo com a estação e clima local.


Redes Sociais

@kellysouzabarros





#viajeiras #podcultura #SandraCamillo #Viagens #travel

2 comentários:

Kelly Barros disse...

Muito feliz por fazer parte deste trabalho lindo de incentivo a autonomia e liberdade da mulher, muito gratificante este convite, gratidão!

Sandra Camillo disse...

Seja bem vinda Kelly!