Como tirar o esmalte rápido

9 de nov. de 2020

FESTIVAL MIX BRASIL ONLINE E GRATUITO| 101 FILMES DE 24 PAÍSES| TEATRO| MÚSICA

 O 28° Festival Mix Brasil,  um dos mais importantes eventos de cultura dedicados à diversidade do mundo, acontece de 11 a 22 de novembro  de forma online e gratuita, mas  com algumas sessões  presenciais de cinema no CineSesc, espetáculos teatrais no Centro Cultural da Diversidade, e exposição em diversos Centros Culturais de São Paulo, com um número limitado de espectadores e com todos os protocolos de segurança.  Este ano serão exibidos 101  filmes de 24 países;  6 espetáculos teatrais inéditos, como Wonder! Vem pra Barra Pesada!", shows com Linn da Quebrada, Jaloo,   o Show do Gongo com a Marisa Orth, entre outras atividades. 

 

O  evento abrirá no dia 11/11, quarta-feira, às 20h, com uma cerimônia totalmente online, que contará com um pocket show da cantora Linn da Quebrada seguido da exibição do  premiado filme argentino, inédito no Brasil e selecionado para a seção  Panorama do festival de Berlim,  "As Mil e Uma" de Clarisa Navas, que ficará disponível na plataforma do Festival a partir do término do show

A programação de longas exibirá títulos  que fizeram parte da Seleção Oficial dos Festivais de Berlim, Veneza, Toronto, Sundance, Cannes e OutFest. Inéditos no Brasil, os destaques são "The World to Come" (EUA) de Mona Fastvold   que conta com Vanessa Kirby (The Crown);  "I Carry You With Me" (EUA, México) de Heidi Ewing, vencedor do prêmio do público em Sundance; "Saint-Narcisse" (Canadá) do enfant-terrible Bruce LaBruce; "Lingua Franca" (EUA, Filipinas) de Isabel Sandoval, melhor filme do Queer Lisboa deste ano; "Verão de 85" (França) de François Ozon, "Suk Suk" (Hong Kong, China) de Ray Yeung Pak; "Shiva Baby" (Canadá) comédia de Emma Seligman;  "Cured" (EUA) de Bennett Singer, Patrick Sammon, "  A Morte Virá e Levará Seus Olhos" (Chile) de José Luis Torres Leiva, "A Cidade Era Nossa" (Países Baixos), de Netty van Hoorn, documentário sobre o movimento lésbico holandês nos anos 70, entre outros. 

 

Já a Mostra Competitiva de filmes nacionais deste ano reúne 9 títulos, a maioria fará a sua première nacional no Festival. Os selecionados são: "A Torre", de Sérgio Borges (MG);  "Alfabeto Sexual", de André Medeiros Martins (SP); "Limiar", de Coraci Ruiz (SP); "Mães do Derick" de Dê Kelm (PR); "Meu Nome É Bagdá" de Caru Alves de Souza (SP); "Para Onde Voam as Feiticeiras", de Eliane Caffé, Carla Caffé e Beto Amaral (SP); "Valentina" de Cássio Pereira Dos Santos (MG/DF); "Vento Seco", de Daniel Nolasco (GO) e "Vil, Má", de  Gustavo Vinagre (SP).  

 

Toda a programação online do 28º Festival Mix Brasil poderá ser acessada gratuitamente pelo  mixbrasil.org.br. 




Nenhum comentário: