Buscar
http://www.podcultura.com.br/images/no-exists.gif



Pense Positivo
http://www.podcultura.com.br/userfiles/_c7669695ae9a430294e93f87dc6c84b81537557199.jpg
http://www.podcultura.com.br/userfiles/_ed55dea6734ed374262ac78369deed571537557111.jpg
http://www.podcultura.com.br/userfiles/_74523e1868263480d6a7f39c3f3d74ae1537557375.png
Livros
Cloro, de Alexandre Vidal Porto
 

Em Cloro, Alexandre Vidal Porto oferece uma narrativa lúcida e necessária para os tempos atuais — quando ser você mesmo é um ato de coragem.
 
            A perspectiva principal de Cloro é de Constantino, um narrador defunto. No limbo em que se encontra, ele rememora fatos decisivos de sua vida — até a morte inesperada, aos cinquenta e um anos de idade. É assim, distante de si mesmo, que desenvolve uma voz honesta para se analisar com se fosse outro, buscando estabelecer seus limites e selecionando os momentos definidores de sua vida.
            Advogado bem estabelecido em São Paulo, aprendeu na infância que “ser bicha não era bom”, quando Marcos Bauer, um colega de classe, usa essa palavra contra ele. É a partir de então que Constantino passa a se preocupar em ser mais “masculino”, seguir os padrões e se encaixar nos moldes de uma vida burguesa. Esconde, assim, o que sente com o toque do professor de natação e o cheiro de cloro que o persegue desde a infância. Anos depois dessa memória, Constantino é um advogado de sucesso, casado com a namorada da adolescência e pai de dois filhos exemplares.
            Essa vida perfeita é interrompida com a morte trágica e inexplicável de um parente amado. É a partir desse evento que Constantino tenta compreender a falta de controle sobre a existência e passa a viver uma espécie de vida dupla: assiste pornografia gay no computador enquanto a mulher descansa no andar de cima, tem a sua primeira, segunda e terceira vez com um homem, começa a viajar mensalmente e se apaixona pelo diplomata Emilio - até que, inesperadamente, morre.
            Com 152 páginas, o livro é divido em 2 partes: na primeira, Constantino conta sua história com visão crítica, refletindo sobre a vida, felicidade e o poder do desejo. Na segunda, são reunidos relatos de conhecidos do narrador após a sua morte. Com o mesmo ritmo ágil do aclamado Sergio Y. vai à américa, o diplomata brasileiro Alexandre Vidal Porto dá continuidade em Cloro com reflexões sobre a sexualidade e identidade abordadas no livro anterior. O deslocamento e transição, presentes em Sergio Y, aqui também aparecem: é viajando para Brasília que Constantino consegue abraçar sua sexualidade, sempre retornando para a segurança da capital paulista.
            Em Cloro, Alexandre Vidal Porto oferece uma narrativa lúcida e necessária para os tempos atuais — quando ser você mesmo é um ato de coragem.
 
 
ALEXANDRE VIDAL PORTO passou a infância em São Paulo e a juventude em Fortaleza. Como diplomata, viveu em Brasília, Nova York, Santiago, Washington, Cidade do México e Tóquio. É mestre em direito por Harvard. Foi colunista do jornal Folha de S. Paulo e blogueiro da revista Bravo!. Publicou os romances Matias na cidade (Record, 2005, a ser reeditado pela Companhia das Letras) e Sergio Y. vai à América (Companhia das Letras, 2014), vencedor do Prêmio Paraná de Literatura.

#Cloro #AlexandreVidalPorto #Livros # Literatura
Artigos Relacionados

Redes


Participe de
Nossas Redes Sociais


Saiba +



Cadastro de Profissionais

http://www.podcultura.com.br/userfiles/_9c7679705c674d4e1892a10daab3193c1537557797.jpg
Pense Positivo
     
 
 
     
Quando devo parar Acalme sua alma
Nossa Equipe
1. Podcultura pretende lançar em 100 YouTubers com canais em português e 30 em espanhol.
2. Estreia dia 05 de maio #instaserie " A Casa das Letras"
3. Editor Chefe
4. EXPOMUSIC também tem Educação Musical para Crianças e Professores
5. Todas Matérias Anteriores postadas desde 2001 estão em nosso blog
http://www.podcultura.com.br/userfiles/_443a9690ef20caa8bd9d207d8d42f6411537557513.jpg
Cadastro de Técnicos Cadastro de Artistas Busca de Profissionais
Todos os direitos reservados Podcultura desde © 2001. instagram.com/podcultura