Vida Sana

14 de set de 2017

"EXPO 21 - A Era da Inclusão" continua com 2ª exposição

Obras de arte de participantes com deficiência intelectual serão expostas no Instituto Gabi de 15 a 27 de Setembro
Acontece de 15 a 27 de setembro, no Instituto Gabi, na Vila Santa Catarina, em São Paulo, a 2º Expo 21, uma das sete exposições itinerantes que fazem parte do calendário do evento “Expo 21 – A Era da Inclusão”, organizado pelo Instituto Olga Kos para divulgar os trabalhos artísticos de seus participantes no projeto “Pintou a Síndrome do Respeito”.

A Expo 21 visa divulgar a arte produzida pelas pessoas com deficiência para valorizar o seu trabalho enquanto artistas e promover a educação através da cultura, o nome da exposição faz uma alusão ao terceiro cromossomo que se liga ao par 21 do código genético e dá origem à Síndrome de Down.

A primeira exibição aconteceu em agosto, na instituição parceira Alternativa, e as seguintes serão apresentadas em mais seis locais até março de 2018, quando serão escolhidas as 21 melhores obras para compor o encerramento.

O Instituto Olga Kos acredita na inclusão social de deficientes intelectuais através da arte e do esporte, realizando oficinas e atividades inclusivas para cerca de 3.500 pessoas com deficiência intelectual ou em situação de risco social, em São Paulo, incentivando as produções artísticas de seus participantes por meio de eventos e exposições.
Calendário das próximas exposições:

Inst. GABI
R. Gustavo da Silveira, 128 - Vila Santa Catarina
Período de Exposição: De 15 a 27 de Setembro
De segunda a sexta feira, das 9 às 17h.
LARES
Av. Barão de Rego Barros, 179
Período de exposição: De 6 a 26 de Setembro
De segunda a sexta-feira, das 9 às 17h.
APOIE
Av. Prefeito Fábio Prado,17
Período de exposição: De 4 a 30 de Outubro
De segunda a sexta-feira, das 9 às 17h.
MONTE AZUL
Av. Tomás de Souza,552
Período de Exposição: De 7 a 24 de Novembro.
De segunda a sexta-feira, das 9 às 17h.
CEU CIDADE DUTRA
Av. Interlagos,7350
Período de Exposição: De 13 a 31 de Janeiro.
De segunda a sexta-feira, das 9 às 17h.
FÁBRICA DE CULTURA
R. Franklin do Amaral, 1575
Período de Exposição: De 3 a 28 de Fevereiro.
De segunda a sexta-feira, das 8 às 17h

Sobre o Instituto Olga Kos
Fundado em 2007, o Instituto Olga Kos de Inclusão Cultural (IOK) é uma associação sem fins econômicos, com qualificação de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), que desenvolve projetos artísticos e esportivos, aprovados em leis de incentivo fiscal, para atender, prioritariamente, crianças, jovens e adultos com deficiência intelectual. Além disso, parte das vagas de nossos projetos é destinada a pessoas sem deficiência, que se encontram em situação de vulnerabilidade social e residem em regiões próximas aos locais onde as oficinas são realizadas.

Reconhecido pela maior honraria da cidade de São Paulo, a Medalha Anchieta, acompanhada do Diploma de Gratidão da Cidade de São Paulo, o Instituto é condecorado pela Ordem do Mérito Cultural (OMC) e foi homenageado com Salva de Prata na Câmara dos Deputados. Em 2016, recebeu o prêmio da ABCA (Associação Brasileira de Críticos de Arte) que contempla artistas visuais, curadores, críticos, autores e instituições culturais que foram destaque no ano e também foi premiado com o Selo de Qualidade da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte. Em 2017, o IOK foi escolhido pela Revista Época e o Instituto Doar entre as 100 melhores ONGs do Brasil no Prêmio Melhores ONGs 2017.

O Instituto Olga Kos é uma das instituições, entre outras 11 na América do Sul, a ser adotada pelo Papa Francisco no projeto “Scholas Ocurrentes”, que reúne escolas e redes educativas de todas as confissões religiosas e leigas, públicas e privadas no mundo todo para promover o encontro pela paz por intermédio da educação.

A história do IOK é contada no livro “10 Anos de Inclusão”, escrito pelo historiador Célio Turino, em comemoração aos dez anos do instituto.

Nenhum comentário: