Vida Sana

26 de nov. de 2018

Repassa é a nova aposta da Redpoint eventures

Repassa é a nova aposta da Redpoint eventures
A empresa oferece modelo de negócio único que garante praticidade para o vendedor, 100% de segurança para o comprador e impacto social e ambiental como valor fundamental
A Redpoint eventures, empresa de capital de risco que investe em startups com foco em tecnologia, acaba de investir na Repassa, companhia que atua com e-commerce de roupas gentilmente usadas. O valor investido será revertido na ampliação do impacto positivo do negócio para um alcance maior da marca e garantia de uma experiência melhor para o consumidor. A parceria tem como principal objetivo a atração de novos clientes. “Ter a Redpoint como investidora agrega em conhecimento e credibilidade. Isso, sem dúvida, impacta positivamente na melhora da nossa reputação”, afirma Tadeu Almeida, CEO da companhia.
O Repassa é uma empresa online que dá um destino mais assertivo ao dinheiro que está, relativamente, parado nos guarda-roupas das pessoas. Com isso, oferece a possibilidade de diminuir o impacto ambiental da indústria da moda, assim como gerar recursos para projetos sociais.
“É importante ressaltar que nós não compramos e vendemos. Nós ficamos e cuidamos das peças dos vendedores por consignação até a hora da venda. Ficamos com 40% do valor da venda e repassamos 60% para o vendedor, que pode usar o valor das vendas comprando no Repassa com 10% de desconto, doando para uma ONG parceira ou sacando para a conta bancária cadastrada no perfil”, explica o CEO.
A Repassa criou um modelo único, que oferece praticidade incomparável para quem vende. A empresa assume todo o trabalho de elaboração da vitrine do produto, ou seja, a fotografia profissional, cadastro no sistema com ficha técnica (feita por profissionais especializados em moda), armazenamento, manuseio e envio das peças aos consumidores. O site garante 100% de segurança para quem compra, pois tudo o que será comercializado passa por um processo rigoroso de qualidade e armazenamento.
Há ainda o grande diferencial de ser uma empresa solidária, por meio do “Repasse Solidário”, o site é considerado a única solução do mercado que facilita a doação de recursos financeiros para ONGs, sem que o cliente coloque a mão no bolso e sim aproveite um material que está “abandonado” no armário.
“Para nós, investir na Repassa faz todo sentido. Uma empresa com potencial solidário, com a visão estratégica em um gap tão significativo do mercado: a ressignificação de peças de roupas inutilizadas. Eles conseguem agregar, em um só negócio, a preocupação com a saturação da indústria da moda, assim como gerar renda e beneficiar ONG’s. Temos muito orgulho em nos tornar parceiros desse time”, afirma Romero Rodrigues, sócio da Redpoint eventures.

Sobre a Repassa
A Repassa é uma plataforma online para compra e venda de roupas gentilmente usadas. Ela agrega praticidade para quem vende e segurança para quem compra através de seu modelo único no mercado.
Além de vender com facilidade e comprar roupas de marcas conhecidas no mercado da moda com até 90% de desconto em relação ao preço original, quem usa a Repassa faz o bem ao dar mais ciclos de vida para as roupas, o que reduz ainda o impacto ambiental da indústria da moda, e direciona recursos para projetos sociais.
Para saber mais, acesse www.repassa.com.br
Sobre a Redpoint eventures
A Redpoint eventures é uma empresa de capital de risco com foco em startups de tecnologia com sede em São Paulo. A companhia tem a missão de apoiar os empreendedores no mercado digital brasileiro em sua jornada na criação de empresas com potencial de rápido crescimento. Juntamente com seus parceiros, os fundos americanos Redpoint Ventures e e.ventures, o fundo traz capital, acesso ao Vale do Silício e melhores práticas globais para startups de alto potencial. Além de apoiar as empresas em seu portfólio, a equipe busca contribuir para o desenvolvimento do ecossistema de empreendedorismo no Brasil. Para mais informações, acesse www.rpev.com.br

#Repassa #Redpoint #Eventures #Gap #ONG’s

Nenhum comentário: