Vida Sana

8 de jan. de 2019

Le Postiche incentiva doação de mochilas para crianças carentes

Campanha “Mochilas do Bem” receberá doações até o dia 17 de fevereiro

Milhares de crianças do sertão nordestino serão beneficiadas pelo projeto “Mochilas do Bem”, desenvolvido pela Le Postiche em parceria com a instituição Amigos do Bem. A iniciativa – que vai destinar mochilas usadas para regiões carentes - visa, além da contribuição social, estimular o reaproveitamento e a diminuição do descarte de itens que ainda estão em bom estado.

Para participar, basta levar nas lojas da rede uma mochila antiga de qualquer marca. Ela vale R$30 de desconto na compra de uma mochila nova nas 220 unidades da Le Postiche espalhadas pelo Brasil. Todas as mochilas arrecadadas serão doadas para a instituição Amigos do Bem, que transforma a vida de milhares de famílias nordestinas com programas de educação, trabalho, moradia e acesso à água e saúde, atendendo mais de 60 mil pessoas todos os meses.

Para Alessandra Restaino, sócia-diretora da Le Postiche, a educação é uma importante ferramenta de inclusão social, pois ela gera oportunidades para que sonhos se tornem realidade, e poder contribuir de alguma maneira para o bem-estar dos estudantes é uma grande alegria. “Não precisamos de grandes atitudes para mudar a vida das pessoas e essa campanha vem para nos ensinar justamente isso. Um pequeno gesto de destinar um objeto que não nos será mais útil, pode resultar em sorrisos de milhares de crianças e jovens”, comenta a empresária.

Para saber mais, acesse www.lepostiche.com.br ouwww.amigosdobem.org.

Sobre a Le Postiche

A empresa iniciou suas atividades em 1978 e se consolidou como a loja que entrega a solução completa em artigos para viagem, bolsas e acessórios, por meio da melhor seleção de produtos e marcas, atendendo aos desejos e necessidades do cliente em lifestyledesign, funcionalidade e momentos de uso. Atualmente, possui cerca de 210 pontos de venda espalhados pelo Brasil, sendo a maior rede de lojas de artigos de viagem e acessórios da América Latina.

Sobre os Amigos do Bem:
Um dos maiores projetos sociais do país teve início em 1993, liderado por Alcione Albanesi. Atualmente, mais de 60 mil pessoas nos sertões de Alagoas, Pernambuco e Ceará são atendidas todos os meses pela Instituição, que visa combater a fome e a miséria. Para promover a transformação efetiva de vidas e a inclusão social, são desenvolvidos projetos de educação e trabalho, além de assistência à saúde e acesso à água e moradia. A Instituição já construiu 4 Cidades do Bem, dotadas de completa infraestrutura, e 4 Centros de Transformação para atender 10 mil crianças e jovens com reforço escolar, atividades extracurriculares e também cursos profissionalizantes. Além disso, desenvolve o potencial de cada localidade, com projetos que geram emprego e renda para milhares de pessoas. Concentrados na cidade de São Paulo, quase 9 mil voluntários multiplicam-se na tarefa de fazer o Bem.      

AS REALIZAÇÕES DA INSTITUIÇÃO

 
  • 1,5 milhão de pessoas atendidas ao longo dos 25 anos de atuação;
  • 60 mil pessoas atendidas todos os meses;
  • 118 povoados carentes atendidos no sertão de Alagoas, Pernambuco e Ceará;
  • Quase 9 mil voluntários;
  • 10 mil crianças e jovens nos 4 Centros de Transformação;
  • 180 mil refeições servidas todo mês para as crianças dos Centros de Transformação;
  • 1.000 empregos gerados no sertão (Fábrica de Beneficiamento, Oficina de Costura, Fábrica de doces e artesanato);
  • Quase 9 mil voluntários;
  • 35 mil m2 de edificações construídas (centros de atendimento, entre outros);
  • 112 cisternas para levar água à população;
  • 31 poços artesianos perfurados;
  • Mais de 400 casas construídas;
  • 35 mil atendimentos médicos e odontológicos por ano;
  • 250 bolsas de estudo para faculdade;
  • 400mi de litros de água distribuídos por ano.

Nenhum comentário: