Vida Sana

4 de jun. de 2019

Não Vamos Pagar Nada': Samantha Schmütz é a protagonista de nova comédia que começa a ser rodada no Rio




NÃO VAMOS PAGAR NADA
Samantha Schmütz é a protagonista de nova comédia que começa a ser rodada no Rio

                                                                                      Crédito:Helena Barreto
A comédia ‘Não Vamos Pagar Nada’ começou a ser rodada esta semana no Rio de Janeiro, com Samantha Schmütz, que promete levar o público às gargalhadas com sua nova personagem: Antônia. Com produção de A Fábrica, distribuição da H2o Films e coprodução da Globo Filmes, o filme marca a estreia de João Fonseca na direção de longas. O roteiro é de Renato Fagundes e é a primeira adaptação para o cinema da famosa peça do italiano Nobel de Literatura Dario Fo.
Samantha interpreta uma típica mulher brasileira, que faz malabarismos para viver com pouco dinheiro, mas sem perder o bom humor. No elenco principal estão Edimilson Filho, Flávia Reis, Leandro Soares, Fernando Caruso e Flávio Bauraqui.
O texto original é de 1974, mas no filme a ação é transposta para o Brasil atual, mantendo os valores universais e atemporais da obra: um olhar ácido e hilariante, mas esperançoso, sobre moral, desigualdade e relações de poder nas sociedades contemporâneas.
Nessa comédia elétrica, Antônia (Samantha Schmütz) está desempregada e perde a cabeça quando percebe que seu dinheiro já não vai dar para nada. Ela cuida da casa simples em que mora com o marido, João (Edimilson Filho), um sujeito honesto, religioso e de valores inflexíveis.
No meio do mês, vai ao mercado e descobre que não vai conseguir nem comprar o básico. Tudo aumentou e, pra piorar, o novo dono do único mercado do bairro é um sujeito sem coração, que não aceita fiado. Quando reclama com o funcionário que quer remarcar o preço da lata de milho que acabou de pegar na prateleira, Antônia acaba contagiando  os outros clientes - que também não aceitam os reajustes
Diante das ameaças do insensível e mercenário dono do mercado, o povo vai mais longe e decide: então ninguém vai pagar nada! Na confusão, Antônia acaba levando o que encontra pela frente, mas quando chega em casa tem que esconder as sacolas não só do marido, como dos policiais que aparecem para investigar o caso.
Sinopse - A vida não está fácil pra ninguém e a grana é cada dia mais curta para Antônia (Samantha Schmütz), que está desempregada. Mas ela não perde o senso de humor nem quando se mete numa enorme enrascada. Indignada com o aumento dos preços no único mercado do bairro, que ainda por cima não aceita mais fiado, a dona de casa arma um escândalo e acaba contagiando os outros clientes que, como ela, estão sem dinheiro para pagar a conta. Num grito de guerra, eles avisam: “Não vamos pagar nada!”. Na confusão, Antônia se empolga e também leva tudo o que vê pela frente: legumes, verduras, frutas e até alpiste e carne enlatada para... cachorro. Agora, ela vai precisar de muito jogo de cintura para esconder essa loucura do marido, que é todo certinho e, ainda, driblar os policiais que investigam o caso. Comédia. Direção: João Fonseca. Com Samantha Schmütz, Edimilson Filho, Flávia Reis, Leandro Soares, Fernando Caruso e Flavio Bauraqui.

ELENCO | PERSONAGENS
Samantha Schmütz - Antônia
Edimilson Filho - João
Flávia Reis - Margarida
Leandro Soares - Luís
Fernando Caruso - Policial Civil
Flávio Bauraqui - Policial Militar
Criolo - Funcionário do mercado (participação especial)

FICHA TÉCNICA | NÃO VAMOS PAGAR NADA
Baseado na obra de Dario Fo
Direção - João Fonseca
Produzido por Luis Noronha
Adaptação e Roteiro - Renato Fagundes
Produção Executiva - Cecilia Grosso e Samanta Moraes
Produtor Associado - Carlos Diegues
Direção de Fotografia - Julio Constantini
Direção de Arte - Denis Netto
Figurino - Nello Marrese
Maquiagem - Mari Pin
Produtora de Elenco - Marcela Altberg
Diretora de Produção - Claudia Novaes
Som Direto - Marcel Costa
Edição - Bernardo Pimenta
Trilha Sonora Original - Lucas Marcier
Uma produção A Fábrica
Distribuição H2O Films
Coprodução Globo Filmes
A Fábrica
A Fábrica é uma produtora jovem, porém cheia de experiência. Seus sócios criaram, desenvolveram e produziram centenas de horas de filmes, propagandas, programas de televisão e conteúdos de novas mídias. A empresa produz tanto conteúdo original quanto projetos sob briefing, de ficção ou não, em qualquer gênero ou formato. O que os projetos têm em comum é a busca por máxima qualidade artística, originalidade e foco na audiência, construindo laços fortes com parceiros. A Fábrica foi criada em janeiro de 2016 pelos sócios Luiz Noronha, (diretor executivo), Renato Fagundes (diretor de conteúdo), Cecília Grosso e Samanta Moraes (produtoras executivas).
A produtora produz séries para os canais Multishow, GNT, Warner, Netflix, Canal Brasil e outros, como: “A Vila”, “Vai Que Cola”, “Treme-treme”, “Xilindró”, “Show do Povão”, “Mais Cor Por Favor”, “Perto do Fogo”, “Marmitas e Merendas”, “Chato Pra Comer”, “Noturnos”, “Panelinha”, “Os Homens São de Marte e é Pra Lá Que Eu Vou”.
A Fábrica é a produtora do longa “Minha Vida em Marte”, com os atores Paulo Gustavo e Mônica Martelli, filme lançado em dezembro de 2018 e com mais de 5 milhões de expectadores. O filme está entre os 10 brasileiros mais vistos desde a Retomada, segundo a Comscore.
Globo Filmes
Desde 1998, a Globo Filmes já participou de mais de 280 filmes, levando ao público o que há de melhor no cinema brasileiro. Com a missão de contribuir para o fortalecimento da indústria audiovisual nacional, a filmografia contempla vários gêneros, como comédias, infantis, romances, documentários, dramas e aventuras, apostando na diversidade e em obras que valorizam a cultura brasileira. A Globo Filmes participou de alguns dos maiores sucessos de público e de crítica como, “Tropa de Elite 2”, “Minha Mãe é uma Peça 2” – com mais de 9 milhões de espectadores -, “Se Eu Fosse Você 2”, “2 Filhos de Francisco”, “Aquarius”, “Que Horas Ela Volta?”, “O Palhaço”, “Getúlio”, “Carandiru” e “Cidade de Deus” – com quatro indicações ao Oscar. Suas atividades se baseiam em uma associação de excelência com produtores independentes e distribuidores nacionais e internacionais.
H2O Films
Fundada em 2012, a H2O Films é uma distribuidora de Cinema com capital 100% nacional. Sua missão é potencializar ao máximo o desempenho dos filmes que lança, com prioridade para as produções brasileiras. Em um mercado altamente competitivo, a H2O Films busca tratar e pensar cada projeto de forma exclusiva. Para isso, tem como grande diferencial a expertise em marketing e o know-how em programação de sua equipe.
A empresa é responsável pela distribuição de mais de 30 filmes, incluindo títulos nacionais e internacionais. Dentre os filmes internacionais, distribuiu “Ouija – O Jogo dos Espíritos”, em uma de suas parcerias com a Universal Pictures que arrebatou mais de 500 mil espectadores, e o primeiro filme da saga de grande sucesso “Fallen”. Dentre os nacionais, a H2O Films lançou “Made in China”, com direção de Estevão Ciavatta e protagonizado por Regina Casé, com mais de 400 mil espectadores; “Cássia Eller”, de Paulo Henrique Fontenelle, que, com 72 mil espectadores, se tornou um dos documentários mais bem-sucedidos de mercado e de crítica; “Vai Que Cola - O Filme”, com a maior bilheteria de abertura nacional do ano de 2015, que contou com um público de mais de 3,2 milhões de espectadores; a continuação da comédia de Andrucha Waddington “Os Penetras 2 – Quem dá mais?” e o longa “Um Tio Quase Perfeito”, com Marcus Majella, ambos em 2017. Em 2018, a H2O lançou “O Grande Circo Místico”, de Cacá Diegues, indicado pelo Brasil a concorrer a uma vaga ao Oscar.

#SandraCamillo #Podcultura #Influencers

Nenhum comentário: