Vida Sana

6 de jul de 2019

Banda Panteras Negras se apresenta pela primeira vez em São Paulo



Quarteto baiano de música instrumental formado por mulheres, grupo integra programação da exposição “Ounje – Alimento dos Orixás” no Sesc Ipiranga

Primeira banda instrumental do mundo formada só por mulheres negras, a Panteras Negras, antes de completar um ano de existência, inicia o rompimento de fronteiras e decola de Salvador para um show em São Paulo. A apresentação, com entrada gratuita, será em 20 de julho (sábado), às 16h, no Sesc Ipiranga, dentro da programação da exposição “Ounje – Alimento dos Orixás” – uma oportunidade de (re)conhecer o trabalho de artistas da Bahia que reúnem em sua sonoridade estruturas rítmicas e harmônicas do afro, afoxé, samba-reggae e música afro-cubana.

Nomeado em homenagem ao movimento revolucionário que surgiu no fim da década de 1960 nos Estados Unidos contra a opressão aos negros, o grupo é formado por quatro integrantes – Zinha Franco (baixo), Dêdê Fatuma (percussão), Line Santana (bateria) e Suyá (guitarra) – que têm relação técnica e autodidata com a música e trazem diversas influências em seus trabalhos. Cada uma dentro de sua história, ao contrário do que podem julgar olhares homogeneizantes sobre a trajetória de vida das mulheres negras, contribui com suas referências diversas, enquanto encontram as sintonias que caracterizam um som groovado, dançante e empoderado.

O diferencial do projeto, tendo em vista que o som é instrumental e não há protagonismo de uma cantora, é a utilização da fala, que enfatiza poemas autorais em algumas canções – citações que refletem suas vivências e realidades –, com inserção também de coro vocal do próprio grupo. Trata-se de um improviso livre, que faz de cada performance uma experiência única, gerado das vozes silenciadas de um povo que tem muito a dizer: a banda toca o que gritam a alma e o coração no momento em que os instrumentos se encontram em suas mãos.

Ounje – Alimento dos Orixás – Até 25 de agosto, o Sesc Ipiranga abriga a exposição “Ounje – Alimento dos Orixás”, que faz uma imersão artística na cultura africana a partir da culinária dos terreiros das religiões afro-brasileiras, em especial do candomblé. Com grupo curatorial composto por Adriana Aragão, Ana Celia Santos, Ayrson Heráclito, Beatriz Coelho, Bel Coelho, Maria Lago e Patrícia Durães, propõe um percurso estético-sensorial, elaborado a partir do encontro de linguagens artísticas. Além das obras, a mostra traz apresentações de dança, música, performances, entre outras atividades, que buscam apresentar ao público elementos da cultura afro-brasileira numa perspectiva contemporânea da arte, possibilitando a compreensão das influências culturais africanas na constituição da sociedade brasileira com objetivo de diminuir a intolerância e a violência contra essas manifestações.

PANTERAS NEGRAS em São Paulo
Quando: 20 de julho (sábado), 16h
Onde: Sesc Ipiranga (Rua Bom Pastor, 822 – Ipiranga)
Quanto: Gratuito
Classificação indicativa: Livre

BANDA PANTERAS NEGRAS
Soundcloud: https://soundcloud.com/user-635924753

#BandaPanterasNegras  #Podcultura #SandraCamillo #SescIpiranga 

Nenhum comentário: